sexta-feira, 31 de julho de 2009

Por do sol













Fim de tarde de um dia de verão.
Simplesmente lindo!


segunda-feira, 27 de julho de 2009

É mesmo para ficar com dor de cabeça!

Foi notícia há uns dias atrás que uma escola no norte do país passou de ano um aluno com nove negativas, sim leu bem NOVE!
Custa a acreditar, a desculpa é que é um aluno em risco de desistir.
Sim! E depois?
Ah! É verdade e a estatística? Como é que ela ficava?
Está a ocupar o lugar de outro que esteja interessado em estudar, digo eu!
Que pena, quando eu andei a estudar com duas negas dizia adeus ao ano, e tinha que o repetir, já para não falar que as faltas contavam e perdíamos o ano, isto sim era ensino a sério!

(Ilustração de Caterina Zandonella)

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Foi á 40 anos



"Um pequeno passo para o homem e um grandioso salto para a humanidade"

Lembro-me da minha avó me dizer que até era difícil de acreditar como era possível?
Ainda hoje á quem não acredite, dizem que é montagem, será???

- Uma curiosidade -

Sabiam que a bandeira foi feita por uma costureira portuguesa?

(Ilustração de Fox in Socks)

terça-feira, 14 de julho de 2009

Só ou talvez não!



Os livros não nos deixam estar sós,
Levam-nos em grandes viagens,
Em casa ou em qualquer outro lugar,
Soltam-nos a imaginação,
Eles fazem-nos sonhar!

(Ilustração de Kathllen Rietz)

sábado, 11 de julho de 2009

Albino Moura





Quem é que não conhece as gordinhas do Pintor Albino Moura?
São famosas, em todo o Portugal e arredores.
Hoje foi a inauguração da exposição que a C.M.Almada fez para homenagear os seus 50 anos de trabalho, eu fui convidada, e foi com muito gosto que fui até lá. ( Casa do Cerco em Almada).

quarta-feira, 8 de julho de 2009

O meu Princepe



Eu já encontrei o meu Princepe muito tempo.
Hoje é o dia do nosso aniversário de casamento.
E venham mais, muitos mais!!!

sábado, 4 de julho de 2009

O Mar



Algum tempo atrás uma pessoa disse-me que o mar lhe fazia sentir nostalgia.
Engraçado, comigo passa-se exactamente o contrário, sempre que estou um pouco mais triste, necessito de ir ver o mar, a mim transmite-me calma.
Gosto de ouvir o barulho do mar, de sentir o seu cheiro, ficar olhar para ele só com os meus pensamentos, mas o mesmo se passa no alto de uma montanha, sinto-me livre, eu e a natureza é uma sensação fantástica.