segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Liberdade

Se eu fosse um ave, gostava de ser uma gaivota.
Não sei bem porquê.
Gosto imenso de as ver e ouvir.
Tenho o privilégio de as ver a voar aqui mesmo enfrente da minha janela.
São livres, independentes e adoram o mar tal como eu!

Sem comentários: